Rua Avelino Tallini, 171, Lajeado, RS
(51) 3714-7023 •

Codevat integra Grupo de Trabalho Paritário da Concessão da BR 386

  29 de novembro de 2019   Lucas George Wendt/Codevat
O Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat) esteve presente na primeira reunião do Grupo de Trabalho Paritário (GTP) da Concessão da BR 386. O evento aconteceu em Porto Alegre ontem (29) e, além do Codevat, estavam representados a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), as federações de transportes, os sindicatos dos transportadores e o Conselho Regional de Desenvolvimento (Corede) da região do Alto da Serra do Botucaraí.

O objetivo do Grupo de Trabalho Paritário é discutir as questões da concessão da Rodovia da Integração do Sul (que compreende as BRs 386, 448, 290, 101) sobre a perspectiva da eficiência, qualidade, segurança da rodovia e modicidade tarifária.

A presidente do Codevat Cintia Agostini trouxe ao Vale do Taquari demandas pós-reunião.

"O grupo já começou a tratar de temas que devem ser discutidos nas reuniões. Nós, aqui da BR-386, teremos que formatar as discussões regionais para possam ser levadas as demandas para o GTP. Possivelmente utilizaremos um canal de comunicação direto com a população numa frente de atuação e, em outra frente, formalizaremos um grupo técnico para que possam ser colhidas diferentes proposições sobre o desenvolvimento das etapas da concessão", explica Cintia.

As reuniões do GTP serão realizadas trimestralmente e a próxima é em março de 2020.

Entenda
A ANTT, considerando a legislação vigente, previamente, em 2019, atendeu as indicações da CCR ViaSul, companhia responsável pela concessão da Rodovia da Integração do Sul (BRs 386, 448, 290, 101), e definiu o formato de participação das comunidades envolvidas nos entornos das estradas que fazem parte da Rodovia de Integração do Sul com a formação do GTP da Concessão. Desde o início das discussões do edital, ainda em 2017, o Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat) pontuou a necessidade da criação de um conselho paritário para acompanhar e discutir os projetos vinculados à concessão.

Está previsto em Lei a existência destes grupos, que têm uma função de fiscalização do trabalho da CCR ViaSul. A Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT), a entidade reguladora, foi questionada pelos representantes das comunidades envolvidas no entorno da concessão, entre elas o Codevat, para que o grupo de trabalho fosse formado pela CCR e efetivamente, iniciasse as suas ações.

Números da BR-386, em nove meses de concessão
  • 150 mil toneladas de massa asfáltica foram utilizadas nos serviços;
  • Seis roçadas foram realizadas;
  • Cerca de 1 mil placas de sinalização novas e outras substituídas na via;
  • 65 cargas de caminhão de lixo foram recolhidas;
  • Taludes, canaletas, podas de árvores, limpezas de boleiros também foram realizados;
  • Em média, a BR-386 tem uma remoção de guincho a cada 30 minutos;
  • São realizados quatro resgates pré hospitalares por dia;
  • Até momento foram registradas 177 atendimentos de ouvidoria pela CCRViaSul;
  • Cerca de 2,2 mil pessoas já estão empregadas em diferentes funções da Concessão da Rodovia.


Texto por: Lucas George Wendt/Codevat

Lucas George Wendt/Codevat

Imprensa/Codevat