RSS Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari - Codevat Notícias de Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari - Codevat Mon, 05 Dec 2022 12:26:24 -0300 Mon, 05 Dec 2022 12:26:24 -0300 Zend_Feed_Writer 1.12.11 (http://framework.zend.com) https://codevat.org.br/rss COMUNIDADE REGIONAL É CONVIDADA A RESPONDER AVALIAÇÃO QUE CONTRIBUIRÁ NO PED DO VALE Mon, 28 Nov 2022 20:28:22 -0300 https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/377/?comunidade-regional-e-convidada-a-responder-avaliacao-que-contribuira-no-ped-do-vale.html https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/377/?comunidade-regional-e-convidada-a-responder-avaliacao-que-contribuira-no-ped-do-vale.html Vale do Taquari - Dando continuidade ao processo de atualização do Plano Estratégico de Desenvolvimento Regional (PED) 2015-2030, o Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari está convidando a comunidade regional para participar da atualização por meio de um questionário, composto por quatro perguntas, que visa avaliar forças, fraquezas, ameaças e oportunidades do Vale.

"Desenvolvemos um questionário que proporcionará a contribuição da população do Vale do Taquari ao processo. Estimamos que o tempo para responder as quatro questões seja menor que 15 minutos. Após, compilaremos as respostas e os dados e faremos a avaliação das contribuições. O documento final será submetido à assembleia pública regional para a etapa de consolidação das informações em uma nova matriz que identificará forças e fraquezas, ameaças e oportunidades do Vale", explica o consultor responsável por conduzir a atualização junto com a região, Tiago Guerra.

O presidente do Codevat, Luciano Moresco, destaca a relevância da contribuição da comunidade no trabalho de atualização. "Estamos fazendo um trabalho muito importante de avaliação de todo o planejamento desenvolvido lá atrás. É fundamental a participação das pessoas em responder esse formulário, que será um documento norteador da região", diz.  

A revisão do PED VT 2015-2030 está sendo realizada de acordo com o Termo de Referência (TR) 3603/2021 firmado pelo Fórum dos COREDEs junto ao Governo do Rio Grande do Sul, aplicando a metodologia proposta pela Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão.

A atualização é necessária para que o PED possa ser um instrumento efetivo na orientação, tanto para as ações do poder público, como para a iniciativa privada e do terceiro setor, com o objetivo de alavancar o Desenvolvimento Regional Sustentável.

O PED 2015-2030 do Vale do Taquari tem 84 projetos elencados, sete estratégias regionais definidas e 199 produtos elencados. A atualização envolve cinco etapas, sendo que após a finalização do questionário ocorrerão as etapas 3 e 4, respectivamente: elaboração do diagnóstico e relatório de avaliação atualizados e apresentação do relatório de propostas atualizado e modelo de gestão do plano para o período 2022-2030.

O formulário pode ser respondido até domingo, dia 4 de dezembro. Clique aqui e participe: Instrumento de avaliação de forças, fraquezas, ameaças e oportunidades do Vale do Taquari (google.com)

]]>
PARTICIPE DO INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE FORÇAS, FRAQUEZAS, AMEAÇAS E OPORTUNIDADE DO VALE Mon, 28 Nov 2022 19:54:33 -0300 https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/376/?participe-do-instrumento-de-avaliacao-de-forcas-fraquezas-ameacas-e-oportunidade-do-vale.html https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/376/?participe-do-instrumento-de-avaliacao-de-forcas-fraquezas-ameacas-e-oportunidade-do-vale.html Instrumento de avaliação de forças, fraquezas, ameaças e oportunidades do Vale do Taquari (google.com)]]> PRAZO DE VOTAÇÃO DA CONSULTA POPULAR É PRORROGADO Tue, 22 Nov 2022 20:48:59 -0300 https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/375/?prazo-de-votacao-da-consulta-popular-e-prorrogado.html https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/375/?prazo-de-votacao-da-consulta-popular-e-prorrogado.html Foi prorrogado até o dia 30 de novembro o prazo para a votação da Consulta Popular em todo o Rio Grande do Sul. O processo que encerraria nesta quarta-feira, dia 23 de novembro, foi ampliado, atendendo a uma solicitação que partiu dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes), insatisfeitos com as deficiências na votação on-line.  "Os canais on-line estão apresentando muitos problemas. No momento em que se vive, de uso constante dos meios digitais, a gente não pode colocar ao alcance da população ferramentas que não sejam as melhores ou que atrapalham o processo de votação. Agora temos um tempo maior para votar e, por isso, convocamos a comunidade a  participar do processo e indicar as suas prioridades para o desenvolvimento regional", afirma o presidente do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat), Luciano Moresco.

Neste ano, a cédula do Vale do Taquari é composta por iniciativas das áreas de Inovação, Ciência e Tecnologia, Meio Ambiente e Agricultura. Estão disponíveis para votação quatro propostas: Desenvolver um projeto regional que transforme os dejetos suínos e outros dejetos de origem animal ou industrial, de um passivo ambiental um ativo econômico gerando energia a partir deles (398908);  Aplicação de técnicas de Engenharia natural e de Restauração ecológica em áreas degradadas nas margens do rio Taquari e seus afluentes (Bacia Hidrográfica do rio Taquari) (403277); Fortalecer a cadeia produtiva de hortigranjeiros, com qualificação dos produtores e técnicos, organização da cadeia produtiva, fortalecimento da produção de alimentos orgânicos, produção para o programa nacional de alimentação escolar (401720); e a Implantação de Cisternas de Geomembrana PEAD para armazenamento de água para usos múltiplos (403120).
Das quatro iniciativas, as duas que receberem mais votos serão contempladas com recursos no orçamento de 2023 do Governo do Estado. Os dois projetos mais votados no Vale do Taquari vão dividir o valor de R$ 1.571.428,57 (R$ 785.714,28 para cada).

A votação das propostas ocorre até as 23h59min do dia 30 de novembro de 2022 de forma digital por meio do aplicativo Colab, pelo site da Consulta Popular (consultapopular.rs.gov.br) e, neste ano, também por meio de Whatsapp (51) 8924-1547 (sem inclusão do 9 na frente do número).
Para ter acesso ao ambiente de votação, o cidadão precisará informar dados pessoais, entre eles, o número do título de eleitor, o CPF e a data de nascimento. O voto é pessoal e intransferível.
]]>
COMUNIDADE DO VALE DO TAQUARI TEM ATÉ O DIA 23 PARA VOTAR NA CONSULTA POPULAR Wed, 16 Nov 2022 19:27:37 -0300 https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/374/?comunidade-do-vale-do-taquari-tem-ate-o-dia-23-para-votar-na-consulta-popular.html https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/374/?comunidade-do-vale-do-taquari-tem-ate-o-dia-23-para-votar-na-consulta-popular.html Iniciou na última segunda-feira, dia 14, o período de votação da Consulta Popular 2022. Neste ano, a cédula do Vale do Taquari é composta por iniciativas das áreas de Inovação, Ciência e Tecnologia, Meio Ambiente e Agricultura.

Estão disponíveis para votação quatro propostas: Desenvolver um projeto regional que transforme os dejetos suínos e outros dejetos de origem animal ou industrial, de um passivo ambiental um ativo econômico gerando energia a partir deles (398908); Aplicação de técnicas de Engenharia natural e de Restauração ecológica em áreas degradadas nas margens do rio Taquari e seus afluentes (Bacia Hidrográfica do rio Taquari) (403277); Fortalecer a cadeia produtiva de hortigranjeiros, com qualificação dos produtores e técnicos, organização da cadeia produtiva, fortalecimento da produção de alimentos orgânicos, produção para o programa nacional de alimentação escolar (401720); e a Implantação de Cisternas de Geomembrana PEAD para armazenamento de água para usos múltiplos (403120).

Das quatro iniciativas, as duas mais votadas serão contempladas com recursos no orçamento de 2023 do Governo do Estado. Os dois projetos mais votados no Vale do Taquari vão dividir o valor de R$ 1.571.428,57 (R$ 785.714,28 para cada).

O presidente do Codevat, Luciano Moresco, destaca a importância da mobilização da região na votação que está em andamento. “A Consulta Popular possibilita um ambiente democrático, é um processo que visa envolver a comunidade para a definição da aplicação de parte dos recursos do orçamento do Governo do Estado. É fundamental que o Vale se mobilize e participe, pois quanto maior a nossa participação, maior a nossa força para buscar mais recursos nos próximos anos”, diz.

Sobre os projetos:
O projeto que visa a "Implantação de Cisternas de Geomembrana PEAD para
armazenamento de água para usos múltiplos (área da agricultura)", caso receba o maior número de votos, terá uma amplitude municipal, visto que cada município será responsável por receber uma parcela do valor para ser aplicada na execução do projeto. Nesse caso, o valor será dividido entre os 12 municípios da região que tiverem o maior número de votantes na iniciativa. Além disso, o município precisará ter alçado a participação de, no mínimo, 2% dos seus eleitores.

Já os outros três, o que visa "Desenvolver um projeto regional que transforme os dejetos suínos e outros dejetos de origem animal ou industrial (da área da Inovação)", o que busca a "Aplicação de técnicas de Engenharia natural e de Restauração ecológica em áreas degradadas nas margens do rio Taquari e seus afluentes (da área do Meio Ambiente)" e o que visa "Fortalecer a cadeia produtiva de hortigranjeiros, com qualificação dos produtores e técnicos (Agricultura)" têm maior amplitude e serão executados regionalmente.

Novidade
Além do valor repassado aos dois projetos eleitos na região, neste ano, a novidade está por conta de uma quantia adicional de R$ 5 milhões para os nove Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes) com maior número de votação no Estado, sendo R$ 1 milhão para o Corede que ficar em primeiro lugar e R$ 500 mil do segundo ao nono lugar. Para a premiação será considerada a proporcionalidade de votos em relação ao número de eleitores de cada Corede.

Caso o Vale do Taquari consiga obter a participação popular necessária para ser contemplado em uma das duas novas modalidades de distribuição extra de recursos deste ano, tanto o valor de R$ 1 milhão quanto o de R$ 500 mil serão divididos proporcionalmente ao número de votos recebidos para cada uma das duas propostas eleitas na região.

A votação das propostas ocorre até as 23h59min do dia 23 de novembro de 2022 de forma digital por meio do aplicativo Colab, pelo site da Consulta Popular (consultapopular.rs.gov.br) e, neste ano, também por meio de Whatsapp (51) 8924-1547 (sem inclusão do 9 na frente do número).

Para ter acesso ao ambiente de votação, o cidadão precisará informar dados pessoais, entre eles, o número do título de eleitor, o CPF e a data de nascimento. O voto é pessoal e intransferível.

Votação:
Votação da Consulta Popular: dias 14 a 23 de novembro

Valor para o Vale do Taquari: R$ 1.571.428,57

Forma de votação: aplicativo Colab, site www.consultapopular.rs.gov.br e whatsapp (51) 8924-1547 (sem inclusão do 9 na frente do número).

Em quantas propostas posso votar: 02 (duas)

Quem pode votar: quem tiver título de eleitor

]]>
VOTAÇÃO DA CONSULTA POPULAR INICIA NA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA, DIA 14 Wed, 09 Nov 2022 13:32:40 -0300 https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/373/?votacao-da-consulta-popular-inicia-na-proxima-segunda-feira-dia-14.html https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/373/?votacao-da-consulta-popular-inicia-na-proxima-segunda-feira-dia-14.html O Vale do Taquari terá à disposição para a votação na Consulta Popular deste ano quatro projetos. A cédula será composta por iniciativas das áreas de Inovação, Ciência e Tecnologia, Meio Ambiente e Agricultura.

Estarão disponíveis para votação as seguintes propostas: "Desenvolver um projeto regional que transforme os dejetos suínos e outros dejetos de origem animal ou industrial, de um passivo ambiental um ativo econômico gerando energia a partir deles (398908)"; Aplicação de técnicas de Engenharia natural e de Restauração ecológica em áreas degradadas nas margens do rio Taquari e seus afluentes (Bacia Hidrográfica do rio Taquari) (403277)"; Fortalecer a cadeia produtiva de hortigranjeiros, com qualificação dos produtores e técnicos, organização da cadeia produtiva, fortalecimento da produção de alimentos orgânicos, produção para o programa nacional de alimentação escolar (401720)"; e a Implantação de Cisternas de Geomembrana PEAD para armazenamento de água para usos múltiplos (403120)".

Das quatro propostas, as duas mais votadas serão contempladas com recursos no orçamento de 2023 do Governo do Estado. Os dois projetos mais votados no Vale do Taquari vão dividir o valor de R$ 1.571.428,57 (R$ 785.714,28 para cada).

O presidente do Codevat, Luciano Moresco, destaca a importância da mobilização da comunidade regional para a fase de votação da Consulta. "A gente convida e convoca os cidadãos que entendem a importância que é ter uma ferramenta como a Consulta Popular para que se mobilizem, conversem com seus amigos, as pessoas de suas relações, para que votem na melhor proposta que representa algo que projete o desenvolvimento do Vale da Taquari. Convidamos para que, a partir de segunda-feira, as pessoas participem da Consulta Popular, cumpram também essa condição de cidadania e democracia que permite que os cidadãos, por meio desta ferramenta, possam indicar suas prioridades para o desenvolvimento regional", enfatiza.

Sobre os projetos:

O projeto que visa a "Implantação de Cisternas de Geomembrana PEAD para
armazenamento de água para usos múltiplos (área da agricultura)", caso receba o maior número de votos, terá uma amplitude municipal, visto que cada município será responsável por receber uma parcela do valor para ser aplicada na execução do projeto. Nesse caso, o valor será dividido entre os 12 municípios da região que tiverem o maior número de votantes na iniciativa. Além disso, o município precisará ter alçado a participação de, no mínimo, 2% dos seus eleitores.

Já os outros três, o que visa "Desenvolver um projeto regional que transforme os dejetos suínos e outros dejetos de origem animal ou industrial (da área da Inovação)", o que busca a "Aplicação de técnicas de Engenharia natural e de Restauração ecológica em áreas degradadas nas margens do rio Taquari e seus afluentes (da área do Meio Ambiente)" e o que visa "Fortalecer a cadeia produtiva de hortigranjeiros, com qualificação dos produtores e técnicos (Agricultura)" têm maior amplitude e serão executados regionalmente.


Novidade

Além do valor aos dois projetos eleitos na região, neste ano, a novidade está por conta de uma quantia adicional de R$ 5 milhões para os nove Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Corede) com maior número de votação no Estado, sendo R$ 1 milhão para o Corede que ficar em primeiro lugar e R$ 500 mil do segundo ao nono lugar. Para a premiação será considerada a proporcionalidade de votos em relação ao número de eleitores de cada Corede.

Caso o Vale do Taquari consiga obter a participação popular necessária para ser contemplado em uma das duas novas modalidades de distribuição extra de recursos deste ano, tanto o valor de R$ 1 milhão quanto o de R$ 500 mil serão divididos proporcionalmente ao número de votos recebidos para cada uma das duas propostas eleitas na região.

A votação das propostas ocorre das 7h do dia 14 de novembro às 23h59min do dia 23 de novembro de 2022 de forma digital por meio do aplicativo Colab, pelo site da Consulta Popular (consultapopular.rs.gov.br) e, neste ano, também por meio de Whatsapp (51) 8924-1547 (sem inclusão do 9 na frente do número).

Para ter acesso ao ambiente de votação, o cidadão precisará informar dados pessoais, entre eles, o número do título de eleitor, o CPF e a data de nascimento. O voto é pessoal e intransferível.

Votação:

Votação da Consulta Popular: dias 14 a 23 de novembro;
Valor para o Vale do Taquari: R$ 1.571.428,57;
Forma de votação: aplicativo Colab, site www.consultapopular.rs.gov.br e whatsapp (51) 8924-1547 (sem inclusão do 9 na frente do número);
Em quantas propostas posso votar: 02 (duas);
Quem pode votar: quem tiver título de eleitor.

]]>
APRESENTAÇÃO DE AVALIAÇÃO DE PROJETOS QUE INTEGRAM O PED 2015-2030 PAUTA ENCONTRO REGIONAL Tue, 08 Nov 2022 15:47:46 -0300 https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/372/?apresentacao-de-avaliacao-de-projetos-que-integram-o-ped-2015-2030-pauta-encontro-regional.html https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/372/?apresentacao-de-avaliacao-de-projetos-que-integram-o-ped-2015-2030-pauta-encontro-regional.html Nesta segunda-feira, dia 7, o Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat) realizou uma Assembleia Geral Extraordinária junto ao campus da Univates em Lajeado, com lideranças regionais para dar continuidade à segunda etapa do processo de atualização do Plano Estratégico de Desenvolvimento Regional (PED) 2015-2030. A reunião foi pautada pela apresentação da avaliação dos projetos e de indicadores que possibilitam entender como está o desenvolvimento da região do Vale do Taquari.

No encontro, que ocorreu no auditório do Parque Tecnológico da Univates (Tecnovates), o consultor responsável por conduzir a atualização junto com a região, Tiago Guerra, apresentou o trabalho desenvolvido nesta etapa do PED. "Hoje concluímos a segunda etapa, que foi uma revisão dos 84 projetos regionais, entendendo quais já foram finalizados, quais estão em andamento e quais não foram iniciados. Aliado a isso, avaliou-se as sete estratégias regionais (desenvolvidas pelo Conselho de Desenvolvimento Regional no Plano 2015-2030). Foram cruzados os indicadores atuais do desenvolvimento, para mensurarmos se estamos evoluindo em direção ao atingimento das estratégias propostas. A partir desta revisão concluída, entraremos na terceira etapa, que é entender se as sete estratégias da região desenvolvidas pelo Conselho ainda atendem às necessidades do desenvolvimento do Vale do Taquari ou se elas precisam ser reestruturadas", explica.

A vice-presidente do Codevat, Cíntia Agostini, enfatiza a importância de reavaliar o planejamento. "É fundamental, quando nós imaginamos a perspectiva do planejamento, olhar para as ações que foram cumpridas, as que estão em andamento e aquelas que a gente precisa trabalhar. E boa parte dos nossos projetos está em andamento. É mostrar que teve todo um esforço regional para que as coisas acontecessem nesses primeiros anos de planejamento. E nós estamos cumprindo, efetivamente, aquilo que nós nos propusemos enquanto Conselho, de olhar para as nossas demandas e entender como a região cumpriu o seu papel em atender o planejamento. É fundamentalmente isso, pensar e provocar os atores a olhar para o desenvolvimento da região e pensar o seu papel no desenvolvimento e que projetos são fundamentais para a região conseguir ter qualidade de vida, dar condições para toda a sociedade do Vale do Taquari", afirma.

O presidente do Codevat, Luciano Moresco, destaca a relevância do trabalho. "É um momento muito importante avaliar todo o planejamento desenvolvido lá atrás. É extremamente válida a participação das pessoas aqui hoje, representando entidades e órgãos públicos, para a gente fazer essa avaliação. Nós teremos mais uma assembleia ainda dentro do mês de novembro, porque precisamos concluir a atualização do PED até o final do ano e entregar ao governo do Estado esse diagnóstico e a atualização", comenta.

Os debates do PED, conforme definido pelo Fórum dos Coredes junto ao Governo do Estado, poderão ser em formato híbrido, mesclando encontros virtuais e presenciais. Ao final da quarta etapa, o Plano deverá ser apresentado para a comunidade regional. A atualização para o modelo 2022-2030 deve ser concluída até dezembro de 2022. Em todas as etapas, os atores de desenvolvimento locais são convidados para os debates.

A atualização do PED é necessária para que ele possa ser um instrumento efetivo na orientação, tanto para as ações do poder público, como para a iniciativa privada e do terceiro setor, com o objetivo de alavancar o Desenvolvimento Regional Sustentável.

O PED 2015-2030 do Vale do Taquari tem 84 projetos elencados, sete estratégias regionais definidas e 199 produtos elencados e a sua atualização envolve cinco etapas: a elaboração de um Plano de Trabalho aprofundado; a Apresentação do Relatório da Situação Atual e dos Resultados Alcançados; a Elaboração do Diagnóstico e Relatório de Avaliação atualizados; a Apresentação de Propostas atualizadas e Modelo de Gestão do Plano para o período 2022-2030; e Apresentação do Plano Estratégico Consolidado.

]]>
PROJETO DA CATEGORIA INOVAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA ESTARÁ NA CÉDULA DO VALE NA CONSULTA DESTE ANO Wed, 21 Sep 2022 19:26:04 -0300 https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/371/?projeto-da-categoria-inovacao-ciencia-e-tecnologia-estara-na-cedula-do-vale-na-consulta-deste-ano.html https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/371/?projeto-da-categoria-inovacao-ciencia-e-tecnologia-estara-na-cedula-do-vale-na-consulta-deste-ano.html
O projeto regional visa que "se transforme os dejetos suínos e outros dejetos industriais, de um passivo ambiental, em um ativo econômico que gere energia a partir deles, em parceria com a Univates, que já possui estudos nesse sentido".

As indicações da região contabilizaram 21 curtidas, sendo que quatro foram destinadas ao projeto que irá compor a cédula de votação, junto com as outras três propostas que, neste ano, serão de, no mínimo, três áreas diferentes. 

O presidente do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat), Luciano Moresco, fala da importância da participação da comunidade no processo. "Agora vamos trabalhar, em assembleia, as propostas da região e vamos intensificar a mobilização para que os cidadãos tenham um interesse maior no processo de votação", destaca Moresco.

Da mesma forma que em 2021, o projeto que recebeu mais curtidas/apoio, na primeira etapa, consta na cédula de votação sem precisar passar pelas Assembleias do Codevat, somente para ajustes, caso o Conselho entenda como necessário.  

Agora, a próxima etapa é a realização da Assembleia Regional. Nesta fase serão apresentados e discutidos os projetos que foram deferidos pela Secretaria Estadual. A avaliação tem o objetivo de complementar os projetos para que, posteriormente, sejam eleitos aqueles que vão compor a cédula de votação no Vale do Taquari. Na data, os participantes ainda escolherão os delegados que os representarão na Assembleia Ampliada.

No Vale do Taquari, os dois projetos mais votados na Consulta Popular vão dividir o valor de R$ 1.571.428,57. A votação em cédula das propostas ocorre das 7h do dia 14 de novembro às 23h59min do dia 23 de novembro de 2022. Para ter acesso ao ambiente de votação, o cidadão precisará informar dados pessoais, entre eles, o número do título de eleitor, o CPF e a data de nascimento. O voto é pessoal e intransferível.]]>
PRIMEIRA FASE DA CONSULTA TEM 45 PROPOSTAS INDICADAS E PRAZO PARA CADASTRO E APOIO ENCERRA DIA 10 Tue, 06 Sep 2022 19:17:46 -0300 https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/370/?primeira-fase-da-consulta-tem-45-propostas-indicadas-e-prazo-para-cadastro-e-apoio-encerra-dia-10.html https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/370/?primeira-fase-da-consulta-tem-45-propostas-indicadas-e-prazo-para-cadastro-e-apoio-encerra-dia-10.html
O Vale do Taquari recebeu, até o início desta semana, 45 sugestões de projetos da comunidade regional para a Consulta Popular 2022. As propostas estão sendo enviadas por meio do aplicativo Colab. O prazo para o envio encerra no sábado, dia 10 de setembro, e a ideia que receber o maior número de “apoio/curtidas” integrará a cédula de votação da Consulta Popular deste ano.

O presidente do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat), Luciano Moresco, destaca a importante contribuição da comunidade regional na primeira fase da Consulta Popular. “É extremamente relevante a participação dos municípios e das comunidades no início do processo da Consulta Popular. Qualquer cidadão que tenha uma ideia regional pode participar e se a iniciativa for aprovada pelos critérios do Governo, a sugestão pode ir para a cédula de votação, caso seja a mais curtida”, afirma.

Neste ano serão incluídas quatro propostas de, no mínimo, três áreas diferentes na cédula de votação da região. Da mesma forma que em 2021, o projeto que receber mais curtidas/apoio, na primeira etapa, constará na cédula de votação sem precisar passar pelas Assembleias do Codevat, somente para ajustes, caso o Conselho entenda como necessário. Para participar, o cidadão, após fazer o seu cadastro no aplicativo, lança a sua proposta em forma de postagem com a descrição da ideia, justificando sua importância para a região. É permitido ainda incluir imagens que auxiliem na exemplificação dessa ideia.

Estão disponíveis as seguintes categorias para envio das propostas: Agricultura; Inovação, Ciência e Tecnologia; Turismo; Esporte e Lazer; Cultura; Direitos Humanos e Assistência Social; Obras e Habitação; Trabalho, Emprego e Renda; Meio Ambiente e Infraestrutura; Transporte e Infraestrutura; Desenvolvimento Econômico. As propostas publicadas no aplicativo estão disponíveis para interação com “curtidas/apoio” e “comentários”.

O período de envio das propostas iniciou às 7h do dia 20 de julho de 2022 e segue até as 23h59min do dia 10 de setembro de 2022.

No Vale do Taquari, os dois projetos mais votados na Consulta Popular neste ano vão dividir o valor de R$ 1.571.428,57. A votação em cédula das propostas da Consulta Popular ocorre das 7h do dia 14 de novembro às 23h59min do dia 23 de novembro de 2022.

Para ter acesso ao ambiente de votação, o cidadão precisará informar dados pessoais, entre eles, o número do título de eleitor, o CPF e a data de nascimento. O voto é pessoal e intransferível.

]]>
COMITIVA DO VALE ENTREGA CARTA-MOVIMENTO "ESTE PEDÁGIO O VALE NÃO QUER" PARA DEPUTADOS Thu, 18 Aug 2022 07:42:41 -0300 https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/369/?comitiva-do-vale-entrega-carta-movimento-este-pedagio-o-vale-nao-quer-para-deputados.html https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/369/?comitiva-do-vale-entrega-carta-movimento-este-pedagio-o-vale-nao-quer-para-deputados.html Vale do Taquari - Uma comitiva formada por representantes do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat), Câmara da Indústria, Comércio e Serviços do Vales do Taquari (CIC-VT) e Associação dos Vereadores do Vale do Taquari (Avat) esteve na terça-feira, dia 16, na Assembleia Legislativa, em Porto Alegre, entregando aos deputados estaduais a Carta-Movimento "Este pedágio o Vale não quer".

O texto, com posicionamento contrário ao programa de concessão e pedagiamento das rodovias da região nos moldes apresentados pelo Governo Estadual para o bloco 2, foi elaborado a partir da Consulta Pública realizada na região de 1º a 10 de agosto deste ano.

O documento foi entregue ao presidente da Assembleia Legislativa, Valdeci Oliveira (PT), e para cada um dos demais 54 deputados, entre eles, o deputado Gabriel Souza (MDB), que é cadidato a vice-governador do RS, e também a assessores do governo do Estado. Além disso, o grupo publicou um "a pedido" com a posição contrária ao modelo de concessão em jornais de circulação estadual.

O resultado da Consulta revelou que 98,1% dos votantes são contra o modelo proposto pelo Executivo no programa de concessão de estradas e defendem que o edital seja retirado para que o governo o rediscuta com as comunidades afetadas.

O presidente do Codevat, Luciano Moresco, explica que o objetivo foi buscar o apoio dos deputados e do presidente da Assembleia Legislativa, Valdeci Oliveira, para sensibilizar o Executivo Estadual de forma urgente, pois a licitação do Bloco 2 está prevista para a primeira semana de setembro. "O executivo gaúcho nunca levou em conta as sugestões de entidades e comunidades, mas somente a opinião de poucos prefeitos, o que levou alguns municípios da região alta do Vale, que integram o G18, a encaminhar pedido de desfiliação da Associação dos Município do Vale do Taquari (AMVAT)", afirma Moresco. "Além disso, o modelo que está para ser implantado pelos próximos 30 anos não atende às necessidades de melhorias das rodovias locais e compromete o desenvolvimento regional do Vale. Propomos construir, em conjunto, um programa bom para todos. Não para poucos, como é o proposto pelo Estado", diz.

Ao mesmo tempo, associações municipais que representam o setor produtivo também se mobilizam para tentar suspender o leilão. É o caso da Associação Comercial e Industrial de Encantado (ACI-E), Associação Comercial, Industrial e Serviços de Arroio do Meio (ACISAM) e da Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil). As três entidades pretendem ingressar com ação judicial conjunta contra o pacote de concessões das rodovias estaduais.

O documento apresentado aos deputados também destaca como pontos principais para a rejeição ao modelo de pedágio apresentado:

O Projeto, mal elaborado, é insuficiente e não atende as necessidades em prol do desenvolvimento regional;

-A tarifa é absurda. Vai onerar o transporte e os produtos, bem como inibir o crescimento regional e diminuir a competitividade das empresas;

-O Sistema de cobrança é arcaico, oneroso, injusto e majora a tarifa. Não contempla a cobrança “free flow”, para o qual já existe previsão legal no Brasil;

-Exige um Fundo garantidor desnecessário, pernicioso, que também onera a tarifa;

-Licitação a um mês das eleições: pode ser legal, mas é imoral.

]]>
CODEVAT DESTACA IMPORTÂNCIA DA PARTICIPAÇÃO DA COMUNIDADE NA PRIMEIRA ETAPA DA CONSULTA POPULAR Tue, 09 Aug 2022 19:25:22 -0300 https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/368/?codevat-destaca-importancia-da-participacao-da-comunidade-na-primeira-etapa-da-consulta-popular.html https://codevat.org.br/noticia/visualizar/id/368/?codevat-destaca-importancia-da-participacao-da-comunidade-na-primeira-etapa-da-consulta-popular.html Vale do Taquari - O Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat)  enfatiza a importância da comunidade regional indicar projetos a serem incluídos entre as propostas a concorrer com recursos da Consulta deste ano.

A primeira etapa da Consulta Popular, que iniciou no dia 20 de julho, está sendo realizada no formato digital pelo aplicativo Colab. O cidadão, após fazer o seu cadastro no aplicativo, lança a sua proposta em forma de postagem com a descrição da ideia, justificando sua importância para a região. É permitido ainda incluir imagens que auxiliem na exemplificação dessa ideia.

Neste ano  serão incluídas quatro propostas de, no mínimo, três áreas diferentes na cédula de votação da região. Da mesma forma que em 2021, o projeto que receber mais curtidas/apoio, na primeira etapa, constará na cédula de votação sem precisar passar pelas Assembleias do Codevat, somente para ajustes, caso o Conselho entenda como necessário.

Estão disponíveis as seguintes categorias para envio das propostas: Agricultura; Inovação, Ciência e Tecnologia; Turismo; Esporte e Lazer; Cultura; Direitos Humanos e Assistência Social; Obras e Habitação; Trabalho, Emprego e Renda; Meio Ambiente e Infraestrutura; Transporte e Infraestrutura; Desenvolvimento Econômico. As propostas publicadas no aplicativo estarão disponíveis para interação com “curtidas/apoio” e “comentários”.

O período de envio das propostas iniciou às 7h do dia 20 de julho de 2022 e segue até as 23h59min do dia 10 de setembro de 2022.

No Vale do Taquari, os dois projetos mais votados neste ano vão dividir o valor de R$ 1.571.428,57. A votação em cédula das propostas da Consulta Popular ocorre das 7h do dia 14 de novembro às 23h59min do dia 23 de novembro de 2022.

Para ter acesso ao ambiente de votação, o cidadão precisará informar dados pessoais, entre eles, o número do título de eleitor, o CPF e a data de nascimento. O voto é pessoal e intransferível.
]]>